.PERROCAS

.pesquisar

 

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.ÚlTIMO NÚMERO DO PERROCAS

. Jornal "Perrocas" número ...

.PERROCAS ANTIGOS

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. perrocas número 1

. perrocas número 10

. perrocas número 100

. perrocas número 11

. perrocas número 12

. perrocas número 13

. perrocas número 14

. perrocas número 15

. perrocas número 16

. perrocas número 17

. perrocas número 18

. perrocas número 19

. perrocas número 2

. perrocas número 20

. perrocas número 21

. perrocas número 22

. perrocas número 23

. perrocas número 24

. perrocas número 25

. perrocas número 26

. perrocas número 27

. perrocas número 28

. perrocas número 29

. perrocas número 3

. perrocas número 30

. perrocas número 31

. perrocas número 32

. perrocas número 33

. perrocas número 34

. perrocas número 35

. perrocas número 36

. perrocas número 37

. perrocas número 38

. perrocas número 39

. perrocas número 4

. perrocas número 40

. perrocas número 41

. perrocas número 42

. perrocas número 43

. perrocas número 44

. perrocas número 45

. perrocas número 46

. perrocas número 47

. perrocas número 48

. perrocas número 49

. perrocas número 5

. perrocas número 50

. perrocas número 51

. perrocas número 52

. perrocas número 53

. perrocas número 54

. perrocas número 55

. perrocas número 56

. perrocas número 57

. perrocas número 58

. perrocas número 59

. perrocas número 6

. perrocas número 60

. perrocas número 61

. perrocas número 62

. perrocas número 63

. perrocas número 64

. perrocas número 65

. perrocas número 66

. perrocas número 67

. perrocas número 68

. perrocas número 69

. perrocas número 7

. perrocas número 70

. perrocas número 71

. perrocas número 72

. perrocas número 73

. perrocas número 74

. perrocas número 75

. perrocas número 76

. perrocas número 77

. perrocas número 78

. perrocas número 79

. perrocas número 8

. perrocas número 80

. perrocas número 81

. perrocas número 82

. perrocas número 83

. perrocas número 84

. perrocas número 85

. perrocas número 86

. perrocas número 87

. perrocas número 88

. perrocas número 89

. perrocas número 9

. perrocas número 90

. perrocas número 91

. perrocas número 92

. perrocas número 93

. perrocas número 94

. perrocas número 95

. perrocas número 96

. perrocas número 98

. todas as tags

.contador

Phoenix Ancient Art
Free Cell Phones
blogs SAPO

.subscrever feeds

Domingo, 4 de Março de 2007

Jornal "perrocas" número 8

 

perrocas nº8

Março de 2007

"Não te queixes da fortuna, está contente com o que tens e serás feliz no aqui e no além"

...

Olá amigos e amigas de todas as idades, cá estou eu outra vez com mais novidades, histórias e ideias.

Espero que gostem deste número e que se divirtam muito no mês de Março.

Não se esqueçam de enviar as vossas histórias, textos e tudo o que quiserem ver publicado no jornal "perrocas".

Um abraço do perrocas para todos os leitores!!

Uma história...

A viagem

 

A Ana e o Nuno andaram pela primeira vez de avião.

Embarcaram no aeroporto de Lisboa e aterraram na ilha da Madeira.

Eles adoraram subir para muito alto e ver lá ao fundo os telhados das casas cada vez mais pequeninos, e as ruas a parecerem linhas.

Foi extraordinário voar por cima das nuvens. Até parecia que estavam em cima de uma montanha.

perrocas 2004

Dicionário...

aeroporto - local de onde partem e onde aterram aviões, campo de aviação...

extraordinário - excepcional, admirável, muito grande...

montanha - monte muito alto e extenso.

Tenta sozinho...

1. Qual é o título do texto?

2. Qual é o nome das duas personagens?

3. Que meio de transporte utilizaram?

4. Onde foram passear?

5. O que viram do avião?

6. Achas que eles gostaram da experiência? Porquê?

Provérbio...

A cisma é pior que uma doença.

Anedota...

Cúmulo do basquetebol:

Jogar a bola na cesta e ela cair no sábado.

Constroi...

NUM-NUM

ERA UMA VEZ...

O Num-Num é um brinquedo utilizado pelas crianças, para brincarem às orquestras ou às Bandas. Era também utilizado antigamente pelos "ROBERTOS" (bonecreiros de feira ou de rua que utilizavam o Num-Num para modificar a voz).

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Um rolo de cartão (onde está enrolado o papel de cozinha)

Uma garrafa de água de 1/2 litro (plástico)

FERRAMENTAS E ACESSÓRIOS

Um canivete ou faca, cola de contacto e lixa nº 150

EXECUÇÃO

Abre-se um orifício com cerca de 3 cm de lado, que deve ser tapado depois com um papel de celofane (por exemplo um papel de rebuçado). Utiliza a cola de contacto, para colar bem o celofane. O bom som do teu Num-Num está no facto de não haver fugas de ar pelo  buraco que abriste no cartão. Se cortares a garrafa cerca de 5 cm depois do gargalo e colares essa parte ao tubo de cartão, crias um pavilhão sonoro igual ao dos instrumentos de sopro que têm a função de ampliar o som.

DECORAÇÃO

Quem sou eu para te aconselhar, uma bonita decoração para o teu NUM-NUM. Usa a tua imaginação olha à tua volta e logo encontrarás adornos para o instrumento que acabas de construir. Tem em atenção que em cima da membrana de celofane (papel de rebuçado), não deves colocar nada. Ela deve ficar livre para poder vibrar.

COMO TOCAR

Encosta a tua boca à extremidade mais próxima do celofane e tenta cantarolar uma canção ou fala alto, fazendo voz de ROBERTO.

Sabias que...

O lobo ibérico:

É um carnívoro de grande porte, sendo actualmente o maior canídeo selvagem. Região anterior do corpo bem desenvolvida e região lombar forte, arredondada e ligeiramente encurvada. Patas dianteiras ligeiramente maiores que as posteriores. Cauda espessa quase sempre caída entre os membros posteriores quando se desloca. Cabeça volumosa e alongada, de aspecto maciço e focinho largo. Orelhas rígidas e triangulares, relativamente curtas e pouco pontiagudas. Olhos frontalizados, oblíquos em relação ao focinho e cor de topázio. Corpo relativamente comprido e membros compridos, estreitos e fortes, com patas volumosas. Pelagem do tronco é castanho amarelada; o focinho, ruivo com tons de intermédios entre o canela e o amarelo canela, apresenta uma região mais clara, em tons de branco sujo, que parte obliquamente da garganta até ao ângulo externo do olho. As orelhas apresentam, externamente, manchas avermelhadas, sendo de cor creme do lado interno. A nuca, tal como o peito, é de cor parda. A garganta é castanho avermelhada na base, apresentando tons de bege a castanho na restante superfície, dorsalmente, o pescoço é da cor do dorso. Este é marcado por uma lista negra, que se estende do pescoço à cauda. Os membros têm uma coloração entre o castanho e o bege, internamente, e o castanho e o ocre, externamente. Exibem, longitudinalmente, na região anterior, uma lista negra muito bem definida, mais visível no Inverno. A pelagem de Inverno apresenta tons mais escuros e é mais densa que a pelagem de Verão.

Como animal de carácter esquivo e hábitos nocturnos, a sua observação no meio natural torna-se puramente um golpe de sorte. Contudo, são frequentes os indícios da sua presença - dejectos de cor variável, exibindo quando frescos tons escuros e um odor muito característico, sendo depositados no solo ou em pequenos arbustos ao longo de caminhos ou encruzilhadas; pegadas, muito semelhantes às do cão, mas que em conjunto formam um trilho bastante rectilíneo. São ainda possíveis identificar restos de presas resultantes dos seus ataques, os quais apresentam diferenças em relação aos ataques proferidos por cães.

Uma canção...

Olha a bola Manel

O Manel tinha uma bola,
que rolava pelo chão
na calçada ela rebola,
deu-lhe uma dentada um cão

[refrão]
Olha a bola Manel,
olha a bola Manel
foi-se embora, fugiu
olha a bola Manel,
olha a bola Manel
nunca mais ninguem a viu

O Manel tinha uma bola,
mas por falta de atenção
lá deixou ele ir a bola
entre os dentes de um cão

O Manel tinha uma bola
mas agora não tem não
e a gente a ver se o consola
vai cantar esta canção


Autoria: José Barata Moura

Até Abril amigos e amigas!

 

publicado por pedrocas9@sapo.pt às 17:08

link do post | comentar | favorito
|

.SUGESTÕES DO PERROCAS