.PERROCAS

.pesquisar

 

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.ÚlTIMO NÚMERO DO PERROCAS

. Jornal "Perrocas" número ...

.PERROCAS ANTIGOS

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. perrocas número 1

. perrocas número 10

. perrocas número 100

. perrocas número 11

. perrocas número 12

. perrocas número 13

. perrocas número 14

. perrocas número 15

. perrocas número 16

. perrocas número 17

. perrocas número 18

. perrocas número 19

. perrocas número 2

. perrocas número 20

. perrocas número 21

. perrocas número 22

. perrocas número 23

. perrocas número 24

. perrocas número 25

. perrocas número 26

. perrocas número 27

. perrocas número 28

. perrocas número 29

. perrocas número 3

. perrocas número 30

. perrocas número 31

. perrocas número 32

. perrocas número 33

. perrocas número 34

. perrocas número 35

. perrocas número 36

. perrocas número 37

. perrocas número 38

. perrocas número 39

. perrocas número 4

. perrocas número 40

. perrocas número 41

. perrocas número 42

. perrocas número 43

. perrocas número 44

. perrocas número 45

. perrocas número 46

. perrocas número 47

. perrocas número 48

. perrocas número 49

. perrocas número 5

. perrocas número 50

. perrocas número 51

. perrocas número 52

. perrocas número 53

. perrocas número 54

. perrocas número 55

. perrocas número 56

. perrocas número 57

. perrocas número 58

. perrocas número 59

. perrocas número 6

. perrocas número 60

. perrocas número 61

. perrocas número 62

. perrocas número 63

. perrocas número 64

. perrocas número 65

. perrocas número 66

. perrocas número 67

. perrocas número 68

. perrocas número 69

. perrocas número 7

. perrocas número 70

. perrocas número 71

. perrocas número 72

. perrocas número 73

. perrocas número 74

. perrocas número 75

. perrocas número 76

. perrocas número 77

. perrocas número 78

. perrocas número 79

. perrocas número 8

. perrocas número 80

. perrocas número 81

. perrocas número 82

. perrocas número 83

. perrocas número 84

. perrocas número 85

. perrocas número 86

. perrocas número 87

. perrocas número 88

. perrocas número 89

. perrocas número 9

. perrocas número 90

. perrocas número 91

. perrocas número 92

. perrocas número 93

. perrocas número 94

. perrocas número 95

. perrocas número 96

. perrocas número 98

. todas as tags

.contador

Phoenix Ancient Art
Free Cell Phones
blogs SAPO

.subscrever feeds

Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Jornal "perrocas" número 26

perrocas nº26

Setembro de 2008

 

Olá amiguinhos e amiguinhas de todas as idades, cores e lugares...

Chegámos ao mês de Setembro

A escola vai começar... Tempo para rever amigos, colegas, professores...

MAS PORQUE É QUE NÃO ESTAMOS DE FÉRIAS TODO O ANO?


Uma receita…

Tarte de Chocolate Gelada

Ingredientes:
Massa:
300g de bolacha petit beurre de chocolate ou similares
3 colheres de sopa de açúcar
100g de manteiga sem sal

Recheio:
5 gemas
2,5 dl de leite
200g de chocolate
4 folhas de gelatina branca
100g de natas

Para decorar:
chantilly
molho de chocolate quente (tablete de chocolate derretida com um pouco de leite).
Preparação:
Rala as bolachas e mistura-as com o açúcar e a manteiga amolecida.
Forra uma forma de tarte com esta mistura.
Bate as gemas com o açúcar.
Entretanto, leva ao lume o leite até levantar fervura e adiciona-lhe depois o chocolate partido em bocados.
Depois do chocolate derretido, retira-o do lume e junta-o, pouco a pouco, aos ovos com o açúcar, mexendo sempre.
Leva esta mistura a lume muito brando, sem parar de mexer até o creme espessar um pouco.
Acrescenta a gelatina previamente demolhada em água fria e escorrida e deixa o creme arrefecer um pouco.
Bate as natas e acrescenta-lhe a mistura anterior.
Deita este recheio na forma e leva ao frigorífico.
Enfeita depois com chantilly e serve acompanhado com molho de chocolate quente.

Constrói um instrumento musical…

CÍTARA

MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

 

Caixa de sapatos de cartão forte, 2 ripas de pinho (30 x 3 x 1 cm), 8 camarões, 3 ripas de pinho (30 x 1 x 1 cm), 8 parafusos de 2 cm de comprimento, 60 cm de arame e fio de nylon de 1mm e 0,5 mm (2 metros de cada -pode ser fio de pesca).

 

FERRAMENTAS E ACESSÓRIOS

Serrote cabo de faca, tesoura, furador, cola de contacto e berbequim com broca de 1,5 mm.

EXECUÇÃO

 

Faz um orifício redondo na tampa da caixa de sapatos (a boca ou abertura musical). Reforça a parte debaixo da caixa de cartão, com as ripas maiores. Podes colá-las ou pregá-las. Estas servem de reforço aos furos que vais fazer para aplicares os parafusos e camarões. Para aumentar a resistência da estrutura cola a tampa à parte de baixo. Fazes agora 8 furos equidistantes nos topos da caixa de cartão, que devem furar também a madeira. Neles enroscas, dum lado os parafusos e do outro os camarões. Na parte superior da CÍTARA, o tampo nos cordofones, tens de colocar dois apoios de cordas e um cavalete móvel, que fica no meio destes. Os pontos de apoio de uma corda devem ser finos e duros. Por esse facto, deves colocar sobre estes, um arame. A técnica é simples: com um serrote, fazes um rasgo ao correr da madeira, que serve de sulco para que o arame não se desloque. Finalmente vais colocar as cordas de nylon. As mais grossas, para as notas mais graves e as mais finas para as outras. O cavalete do meio deve ter uma inclinação de cerca de 60 graus e ficar o mais próximo possível dos carrilhões (os camarões). Deves afinar a tua CÍTARA, comparando as notas com as de outro instrumento, como um Orgão Electrónico ou uma Flauta de Bisel.

 

COMO TOCAR

As cordas na CÍTARA são beliscadas com uma palheta, igual à das violas eléctricas. A palheta, normalmente, é um pequeno triângulo de plástico. Procura no teu livro de música, modinhas simples, que tenham a extensão de uma oitava. Não te esquecendo de tocar todos os dias. Os grandes músicos, quando começaram, precisaram de trabalhar muito, para conseguirem a precisão desejada.

Anedota...

PROFESSORA - Dá-me um exemplo de uma palavra começada com Q.
TONINHO - Ontem.
PROFESSORA - Porquê?
TONINHO - Então... ontem não foi Quarta?

 

Sabias que…

A ginástica é um desporto que envolve a prática de uma série de movimentos que exigem força, flexibilidade e coordenação motora.

Desenvolveu-se a partir dos exercícios físicos que eram feitos pelos soldados da Grécia antiga, incluindo habilidades para montar e desmontar um cavalo, e habilidades semelhantes às executadas num circo.

Naquela época, os ginastas praticavam o desporto nus (gymnos – do grego, nu), nos gymnasios.

 Este desporto só voltou a ser retomado com ênfase no final do século XVIII com a Escola Alemã: de movimentos lentos e ritmados, e com a Escola Sueca, que introduziu aparelhos na prática do desporto.

 

 

 

Segurança...

 

 


Quando um veículo tem um acidente, os corpos dos passageiros continuam a seguir à mesma velocidade que o carro no momento do impacto ("impacto" é quando bate).
(Nunca tinhas pensado que o teu corpo anda à mesma velocidade que o carro, pois não? E que essa velocidade se mantém quando bate?
Quando o veículo pára, os passageiros sem cinto batem no volante, no tablier, voam pelo vidro, enfim, seguem o movimento que o carro tinha com a mesma velocidade...
Os cintos de segurança foram criados para que essas forças que fazem o movimento continuar (a aceleração, travada pelo impacto, quando se bate) sejam absorvidas pelas zonas mais fortes do nosso corpo: ancas, ombros e peito.
O cinto mantém tudo no lugar, protege a cabeça e a cara de baterem no pára-brisas ou noutros sítios.
Também evitam que se seja cuspido para fora do carro!

 Algumas razões para se usar SEMPRE o cinto de segurança:

- Num acidente o cinto de segurança pode salvar-te a vida.
- O cinto de segurança reduz os riscos de ferimentos graves.
- Muitas pessoas que acabam por morrer em acidentes poderiam ter sobrevivido se tivessem posto os cintos de segurança.
- É fácil. Demora 5 segundos e pode salvar-te a vida!

Um provérbio…

Escuta o conselho dos outros e segue o teu.

Até OUTUBRO amigos e amigas…

 

 

publicado por pedrocas9@sapo.pt às 01:09

link do post | comentar | favorito
|

.SUGESTÕES DO PERROCAS