.PERROCAS

.pesquisar

 

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.ÚlTIMO NÚMERO DO PERROCAS

. Jornal "Perrocas" número ...

.PERROCAS ANTIGOS

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

.tags

. perrocas número 1

. perrocas número 10

. perrocas número 100

. perrocas número 11

. perrocas número 12

. perrocas número 13

. perrocas número 14

. perrocas número 15

. perrocas número 16

. perrocas número 17

. perrocas número 18

. perrocas número 19

. perrocas número 2

. perrocas número 20

. perrocas número 21

. perrocas número 22

. perrocas número 23

. perrocas número 24

. perrocas número 25

. perrocas número 26

. perrocas número 27

. perrocas número 28

. perrocas número 29

. perrocas número 3

. perrocas número 30

. perrocas número 31

. perrocas número 32

. perrocas número 33

. perrocas número 34

. perrocas número 35

. perrocas número 36

. perrocas número 37

. perrocas número 38

. perrocas número 39

. perrocas número 4

. perrocas número 40

. perrocas número 41

. perrocas número 42

. perrocas número 43

. perrocas número 44

. perrocas número 45

. perrocas número 46

. perrocas número 47

. perrocas número 48

. perrocas número 49

. perrocas número 5

. perrocas número 50

. perrocas número 51

. perrocas número 52

. perrocas número 53

. perrocas número 54

. perrocas número 55

. perrocas número 56

. perrocas número 57

. perrocas número 58

. perrocas número 59

. perrocas número 6

. perrocas número 60

. perrocas número 61

. perrocas número 62

. perrocas número 63

. perrocas número 64

. perrocas número 65

. perrocas número 66

. perrocas número 67

. perrocas número 68

. perrocas número 69

. perrocas número 7

. perrocas número 70

. perrocas número 71

. perrocas número 72

. perrocas número 73

. perrocas número 74

. perrocas número 75

. perrocas número 76

. perrocas número 77

. perrocas número 78

. perrocas número 79

. perrocas número 8

. perrocas número 80

. perrocas número 81

. perrocas número 82

. perrocas número 83

. perrocas número 84

. perrocas número 85

. perrocas número 86

. perrocas número 87

. perrocas número 88

. perrocas número 89

. perrocas número 9

. perrocas número 90

. perrocas número 91

. perrocas número 92

. perrocas número 93

. perrocas número 94

. perrocas número 95

. perrocas número 96

. perrocas número 98

. todas as tags

.contador

Phoenix Ancient Art
Free Cell Phones
blogs SAPO

.subscrever feeds

Domingo, 1 de Junho de 2014

Jornal "Perrocas" número 93

perrocas nº93

Junho de 2014 

Olá amiguinhos e amiguinhas

de todas as idades, cores e lugares...

A escola está a acabar...

BOAS FÉRIAS!

DIVIRTAM-SE!


Uma receita…

Bolacha de mel

Pede ajuda a um adulto!

Vamos experimentar uma coisa diferente!

Ingredientes

  • 1  ¼ kg de farinha de trigo
  • 1  ½ copo de mel
  • 250g de açúcar cristal
  • 75g de manteiga
  • 1 colher (chá) de noz moscada
  • 1 colher (chá) de cravo moído
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (sopa) de sal amoníaco
  • 2 ovos
  • 100 ml de leite

Modo de preparo

  • Misture cerca de 1 kg de farinha de trigo com o mel.
  • Acrescente o açúcar e os ovos, mexendo sempre.
  • Depois, adicione a manteiga à massa e os demais temperos (cravo, canela e noz moscada).
  • Em outro recipiente, dilua o sal amoníaco no leite morno.
  • Então, colocá-lo na massa.
  • Por último, acrescente o resto da farinha até que a mistura fique homogênea.
  • Deixe a massa descansar por duas horas.
  • Passado esse tempo, abra-a com rolo de macarrão numa superfície lisa e enfarinhada.
  • Corte a massa com forminhas vazadas e coloque-as numa fôrma untada.
  • Leve ao forno preaquecido a 200°C por cerca de 5 a 10 minutos.
  • Depois de fria, a bolacha está pronta para o consumo.
  • Pode, ainda, ser enfeita com glacê branco ou colorido com anilina comestível e polvilhada com açúcar colorido.

BOM APETITE!


Lisboa

Lisboa GC TE é a capital e a cidade mais populosa de Portugal, com uma população de 547 733 habitantes dentro dos seus limites administrativos, 2 uma área de 100 quilómetros quadrados.3 Cerca de três milhões de pessoas vivem na Grande Área Metropolitana de Lisboa (aproximadamente 27% da população de todo o país), o que torna a cidade a 11.ª área urbana mais populosa da União Europeia4 5 , sendo, portanto, a maior zona urbana portuguesa, seguida pelo Porto. Lisboa é a grande cidade e a capital mais a Ocidente do continente europeu, além de ser a única ao longo da sua costa atlântica.

A capital portuguesa é reconhecida como uma cidade global devido à sua importância em aspectos financeiros, comerciais, mediáticos, artísticos, educacionais e turísticos.6 7 É um dos principais centros económicos do continente, com um crescente sector financeiro e o maior porto de contentores da costa atlântica da Europa.8 O Aeroporto da Portela recebe mais de 15,3 milhões de passageiros anualmente (2012), enquanto a rede de auto-estradas e o sistema de ferrovias de alta velocidade (Alfa Pendular) conectam as principais cidades portuguesas à capital.9 Lisboa é a sétima cidade mais visitada do sul da Europa, após Istambul, Roma, Barcelona, Madrid, Atenas e Milão, com 1 740 000 de turistas em 2009, tendo em 2013 ultrapassado a marca dos 10 milhões de turistas.10 A região de Lisboa é a região mais rica do país, com um PIB PPC per capita de 26 100 euros (4,7% maior do que o PIB per capita médio da União Europeia média). A sua região metropolitana é a décima mais rica do continente, com um PIB-PPC no valor de 110 mil milhões de euros, o que equivale a cerca de 45% do PIB-PPC total do país.11 A cidade ocupa o 32.º lugar entre as maiores receitas brutas do mundo.12 A maioria das sedes das multinacionais instaladas em Portugal estão localizadas na região de Lisboa e a cidade é a nona no mundo em quantidade de conferências internacionais.13

O imperador romano Júlio César concedeu à cidade o estatuto de município chamado Felicitas Julia, acrescentando ao nome Olisipo. Governada por uma série de tribos germânicas a partir do século V, a cidade foi capturada pelos mouros no século VIII. Em 1147, os cruzados sob Afonso Henriques reconquistaram a cidade e, desde então, ela tem sido um importante centro político, económico e cultural de Portugal. Diferente da maioria das capitais, o estatuto de Lisboa como capital de Portugal nunca foi concedido ou confirmado oficialmente. A sua posição como capital formou-se com a convenção constitucional, fazendo com que a sua posição como capital de facto uma parte da Constituição de Portugal.

A cidade é o centro político do país, como sede do Governo e da residência do chefe de Estado, além de sediar duas agências da União Europeia: o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) e a Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA). Chamada de "capital do mundo lusófono", a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem a sua sede na cidade. Lisboa tem dois locais classificados pela UNESCO como Património da Humanidade: a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos. Além disso, em 1994, Lisboa foi a Capital Europeia da Cultura e organizou Exposição Mundial de 1998.


Sabias que...

Islândia (em islandês: Ísland; AFI: [ˈislant]) é um país nórdico insular europeu situado no Oceano Atlântico Norte.4 O seu território abrange a ilha homônima e algumas pequenas ilhas no oceano Atlântico, localizadas entre a Europa continental e a Groenlândia. O país conta com uma população de quase 320 mil habitantes em uma área de cerca de 103 mil quilômetros quadrados.5 A sua capital e maior cidade é Reiquiavique, cuja área metropolitana abriga cerca de dois terços da população nacional. Devido à sua localização na dorsal meso-atlântica, a Islândia tem uma grande atividade vulcânica e um importante gradiente geotérmico, o que afeta muito a sua paisagem. O interior é constituído principalmente por um planalto caracterizado por campos de areia, montanhas e glaciares. Aquecida pela corrente do Golfo, a Islândia tem um clima temperado em relação à sua latitude e oferece um ambiente habitável.


Lenda

  O Pássaro Chica-Amorica

        Era uma vez um pássaro chamados Chica-Amorica. Tinha o ninho e três filhos no alto de um carvalho. E cantava, feliz da vida. Chegou então a raposa e perguntou:

     - Quem está a cantar em tão alto carvalho?

    E logo o pássaro respondeu:

    - É a Chica-Amorica e seus filhos três.

    E disse a raposa:

    - Pois deita para cá um, senão alço o rabo, corto o carvalho e como Chica-Amorica e seus filhos três. Cheia de medo, a avezinha deitou um filho para fora do ninho e toda a noite chorou. No dia seguinte, voltou a raposa e perguntou:      

    - Quem chora em tão alto carvalho?

    E logo Chica-Amorica respondeu:

    - É a Chica-Amorica com seus filhos dois,

    E a raposa tornou:

    - Pois deita para cá um, senão alço o rabo, corto o carvalho e como Chica-Amorica e seus filhos dois.

     Sem parar de chorara a avezinha deitou um filho para fora do ninho. Pouco de pois passou por ali o mocho que era compadre da Chica-Amorica. Ao ouvir chorar, perguntou:

    - Quem esta a chorar no alto deste carvalho?

    E veio a resposta:

    - É a Chica-Amorica e seu filho único. Passou por aqui a raposa e disse que cortava o carvalho com o rabo e que me engolia junto com os meus filhos. Já levou dois e não deve tardar para vir buscar o último.

    O mocho disse-lhe que não se afligisses e ensinou as respostas que devia dar á raposa. E ficou por ali a passear até que apareceu a raposa. E logo veio a pergunta, mas Chica-Amorica tinha aprendido a lição e respondeu que rabo de raposa não corta carvalho. Irritada a raposa gritou:

    - Isso são conselhos do teu compadre!

    O mocho apareceu e disse:

    - Pois!

    A raposa disse então ao Mocho que pusesse um pé no chão e o outro no ar. Este a sim fez e disse:

    - Pois.

    - Agora fecha um olho e abre o outro - ordenou a raposa.

    Era o que a raposa queria. Engoliu o Mocho e desatou a correr enquanto gritava:

    - Mocho comi! Mocho comi!

    O Mocho, que tinha ficado inteiro na boca da apressada raposa, gritou:

    - Berra mais alto para a minha família ouvir.

    A raposa abriu muito a boca, o Mocho fugiu e gritou:

    - A outro, a outro que a mim não!


 Um provérbio…

Quem ao moinho vai, enfarinhado sai.


 Até JULHO amigos e amigas


 

publicado por pedrocas9@sapo.pt às 15:02

link do post | comentar | favorito
|

.SUGESTÕES DO PERROCAS